Ferias 2015 – Chile – Embalse el Yeso

Oii meninas,

Agora pensem num lugar bonito, maravilhoso, encantador, de tirar o fôlego, nooo como me deu saudades aqui agora, fomos  no início de outubro e fazendo esses posts posso sentir tudo de novo.

Último dia fomos fazer o passeio pra conhecer Embalse el yeso, quase que cancelamos esse passeio, por causa do frio meu marido resfriou e ficamos  com medo dele passar mal, mas na noite anterior ele tomou um remédio, um chá quente e graças a Deus amanheceu bem, pudemos ir, é o passeio mais caro, custou em torno de R$ 350,00 por pessoa, é bem longinho de Santiago, mas vale a pena, o lugar mais lindo que visitei no Chile.

Fomos com nosso guia predileto, que virou nosso amigo e até hoje trocamos mensagem pelo Whats App, no meio do caminho ele parou nesta praça fofa pra tirarmos foto.


Fica a 75 km de Santiago e tem uns 20 km de estrada de pedras pra chegar e balança muitooo.. El Yeso está localizado na área interna chamada Cajon del Maipo, junto à Lagoa Negra e como capturar as águas do rio Gypsum, um dos afluentes mais importantes do rio Maipo. O reservatório tem uma capacidade de 253 milhões de metros cúbicos, a principal fonte de água potável para os sete milhões de habitantes da Região Metropolitana e da aglomeração de Santiago.

Chegando pudemos nos deparar com isso:

Acho que as fotos não explicam, bom já me disseram que eu deslumbro muito com as coisas e deslumbro mesmo, Deus é perfeito demais, eu olhava pra aquelas montanhas de gelo e essa lagoa enorme no meio, a gente tocava na neve pela janela do carro.. formavam uma parede no meio da estrada…

Chegando próximo a uma parte da lagoa, vários carros estacionados e os chilenos fazendo churrasco com a família, é uma prática normal pra eles. Todo mundo sentado nessas pedras, levamos nosso lanche, tinham 08 brasileiros conosco e ficamos ali conversando por horas…

  
    

Não tive vontade de vir embora depois de ver Embalse el Yeso. kkkk

A noite fomos no Restaurante Giratório, pra quem não sabe é um restaurante super famoso, dizem que não pode ir ao Chile e não ir nele, ele gira 360º enquanto você desfruta de um belo jantar e a comida é muito boa mesmo e tem uma vista maravilhosa de Santiago, é bem romântico.

 


Bom, ficamos 09 dias fazendo todos esses passeios, foi uma viagem linda, comemoramos 06 anos de casados e tivemos o privilégio de conhecer mais 02 países que nos encantou muito. Agrademos muito a Deus por tudo, pelos livramentos, pelas alegrias, por ter estado com a gente durante todo tempo e nada, nenhum um obstáculo nos atrapalhou. Contei tudo nos posts anteriores, se você não viu clique na aba Viagens e veja todos os posts e os demais países que já visitamos.

Beijos e até ano que vem, ainda não decidimos o destino…

IMG_8575

Anúncios

Férias 2015: Vina Del Mar e Valparaíso / Chile

Oiii minhas lindas,

Depois de conhecer Mendoza, voltamos para o Chile ainda tinha muita coisa boa pra se ver, não perdemos um minuto, chegamos da Argentina e ainda deu pra conhecer o shopping Costanera, um dos prédios mais lindos que já vi, preços bem caros, quase o mesmo do Brasil, engraçado que que as mesmas lojas da Europa com preços tão diferente, não tem fotos porque estava a noite e  cansados da viagem, esquecemos!

Logo cedo, fomos conhecer esta vinícola orgânica, a Emiliana, optamos por fazer esse passeio de Van com a agência de viagens, poderia ser de ônibus sozinhos ficaria mais barato, mas não íamos conhecer cada lugarzinho que o guia nos levou.

Olha que lugar lindo, eles investem muito nas vinícolas…

Tem estas ilhamas mansas, vários animais no meio das plantações de uva, tudo separadinho claro!

 

Foi uma parada rápida porque nosso destino era Vina Del Mar e depois Val Paraíso, praia eu queria ver o mar de perto, Vina Del Mar é lindo.. Tem flores na areia da praia, ficamos encantados, como o cuidado da cidade.



Vina Del Mar é um lugarzinho muito gostoso, passamos no centro pra conhecer alguns pontos turísticos.


Nosso guia era excelente,  nos proporcional um dia muito agradável, nos levou a muitos lugares, aqui foi pra ver os leões marinhos que fogem da água gelada pra pegar um sol, vejam lá atrás… ficamos um tempinho admirando e curtido eles pulando nesta plataforma.

Depois fomos pra Valparaíso que é bem pertinho, um lugarejo mais simples, cidade portuária,  é cheia de morros na beira do mar, alguns até assustam com a altura dos morros e com a aparência desorganizada da cidade, mas ela tem seu charme , a vista do mirante…




Depois de descer o morro, passamos pelo centro pra conhecer alguns momunentos e um pouco da história do lugar.

 

E vamos subir outro morro, que os chilenos chamam de cerro para ver o porto e Valparaíso, é bem íngreme, pode subir de carro ou aqueles trenzinhos, tipo teleférico mas bem antigo, fomos de Van.

Aqui é o Paseo 21 de Mayo, outro mirante com uma bela vista panorâmica de toda a cidade, à frente o porto de Valparaíso. Nesse dia o tempo estava ensolarado, porém um ventinho frio.

Chegamos no hotel bem tarde, foi um dia lindo, bem proveitoso! A Van cheia de brasileiros, conhecemos pessoas novas, o guia é muito engraçado, foi ótimo. Tentamos ir no restaurante “Como Agua para chocolate”  mas estava fechado, era véspera de feriado e ficou pra próxima.

Espero que estejam gostando, se tiver qualquer pergunta pode fazer nos comentários…

Beijos e até o próximo.

IMG_5900

Férias 2015 – Atravessando a fronteira Chile – Argentina

Olá, minhas lindas!

Dia 03, fronteira aberta obaaa! Fomos de ônibus para Argentina, saindo do Chile para passar pelas Cordilheiras. Eu sempre fui louca pra conhecer a Cordilheiras dos Andes, mas não tinha noção do que era ver isso de perto! A viagem demora em torno de 06 horas, como no dia anterior estava fechada, houve tumultos no dia seguinte, fronteira cheia de gente para passar, eles revistam todas as malas, e isso demorou muito tempo fazendo com que nossa viagem durasse mais de 12 horas, mas estávamos de férias, sem stress! Depois de ver a paisagem que vimos, não podíamos reclamar de nada, só agradecer a Deus pela oportunidade maravilhosa que Ele estava nos dando, pelas fotos não se tem noção do que vimos, é perfeito, é esplendido! Montanhas enormes de gelos, era como se estivéssemos dentro de uma pedra do tamanho da minha cidade e tinha a estrada no meio dela. Perfeição de DEUS!

Na Argentina, a cidade mais próxima é Mendoza e foi á que ficamos, lembrando que Buenos Aires fica muito longe.

Está é a estrada, parte de baixo… fotos de dentro do ônibus..


 

Aqui é a fila de espera na fronteira, podíamos sair pra fotos, estava – 5º C.


  
  

Ficamos um tempinho pra fotos, meu esposo fez seu documentário kkk apesar do frio foi bem divertido, o ônibus era quentinho, quando não aguentava mais de frio a gente corria para o ônibus.

A passagem de avião fica em torno de R$ 1.900,00 por pessoa ida e volta, de ônibus fica por R$ 280,00 e ainda pode ver de pertinho a Cordilheiras, por isso a maioria dos turistas optam pelo ônibus. É uma ótima opção para quem quer conhecer Mendoza, uma cidadezinha pequena, toda charmozinha, cheia de vinícolas que lá se chama Bodega, no próximo post vocês vão conhecer.

Aqui está o post sobre Valle Nevado e Concha y toro

Beijos e até o próximo,

IMG_5900

Férias 2015: Chile – Vinícola Concha y toro

Olá, queridas!

Voltando ao diário, no 2º dia iríamos para Mendoza pra ficar 03 dias e voltar para o Chile, optamos por ir de onibus porque é mais barato e passar pelas cordilheiras é maravilhoso, mas chegando na rodoviária recebemos a notícia de que a fronteira Chile/Argentina estava fechada de tanta neve, aí vocês imaginam: já tínhamos fechado o hotel, estávamos cheios de malas sem saber o que fazer na rodoviária, mantivemos a calma e pedimos a Deus uma solução, eu não sabia o que fazer, mas Deus nos iluminou e trocamos as passagens para o dia seguinte. Fomos para o centro atrás de um apartamento e solicitamos alteração no hotel da Argentina para o outro dia.

Chegamos no centro com a esperança de ter um apto disponível, e lá estava um quarto bem arrumado nos esperando porque Deus é fiel e Ele cuida dos seus.

O dia não estava perdido, deixamos as malas e bora pra rua, fazer o passeio da Vinícola, conseguimos reservar na hora a Concha y Toro, fomos de metrô mesmo perguntando as pessoas nas ruas, dica: é super fácil, não precisa pagar excursão que fica 03 x mais caro, vá de metro e depois tome um táxi até a vinícola, é bem baratinho.

E olha que lugar lindo:



Conhecemos a história da família Concha y Toro que viveu por aqui um tempo, a história da uva, a escolha de cada qualidade, de todo processo de fabricação dos vinhos…fomos numa data que os pezinhos estavam sem uvas, uma pena porque se tivesse a gente podia experimentar e eu amooo uvas.

Degustação, nesta vinícola, fizemos 02 degustações uma de tinto e outra de branco, muito bom o vinho daqui..
  

Escolhendo os vinhos para o amigo Tarcísio que é louco por vinhos, em Londres ele tem uma adega em casa e toma todos os dias…

Voltamos no finalzinho do dia e ainda fomos andar mais no centro … Museu Belas Artes!

Fomos na Rua Lastarria que é lindo… Voltinha no Parque Florestal…

E parada obrigatória para tomar um café e um croissant maravilhoso na esquina da Rua Lastarria..

E daqui fomos descansar pra pegar o ônibus no outro dia rumo a Mendoza, Argentina…

Mensagem do dia: “Quando alguém for tentado, nao diga; “Esta tentação vem de Deus.”Pois Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo não tenta ninguém.” Tiago 1: 13

Se você quer saber sobre o Valle Nevado, clica aqui.

Venham seguir e curtir o blog nas redes sociais: Fan page | Instagram  | Google+

Beijos e até o próximo,

IMG_5900

Férias 2015: Chile – Valle Nevado

Olá, meu amores!

Demorou mais saiu o diário da viagem de férias de 2015, como eu disse no 1º post de viagem, eu e meu esposo escolhemos o destino assim: um ano num lugar frio o outro ano no lugar quente com praia de preferência e como ano passado fomos pra Cancún, esse ano foi Chile e Argentina e estava frio demais.

Planejamos ir do Chile para Argentina de ônibus, pelas cordilheiras dos Andes e foi incrível contarei em outro post.

Como de costume pesquisamos tudo na internet antes e tínhamos a indicação de uma brasileira que tem uma agência de viagens lá que nos ajudou muito, compramos as passagens pela TAM diretamente e os hotéis pela Decolar, porém tivemos que alterar as datas e foi uma confusão com a Decolar para mudar, dica: observe bem a política da reserva.

Para quem busca um preço melhor nas hospedagens, no Chile tem muitos apartamentos mobiliados que funcionam como hotel porém bem mais barato e sem café da manhã, vários prédios normais de residência e alguns dos apartamentos são vendidos as diárias, em Santiago ficamos em 03 apartamentos e gostei muito, são confortáveis, limpinhos e não tivemos problema algum em tomar o café na cafeteria do lado.

Esse foi o aerolook na ida…

Bom, vamos aos passeios que em toda viagem que faço é a nossa atração maior, procuramos ir em todos possíveis porque aprendemos muito, gosto de saber da cultura do lugar, de como vivem as pessoas e tal…

Primeiro dia, o passeio foi ao Vale Nevado, uma estação de esqui muito visitada pelos brasileiros e pode ir pra esquiar ou só pra conhecer.. aqui na porta do hotel aguardando a Van…

O guia nos levou a uma loja onde aluga roupas apropriadas para neve, luvas, botas, casaco, calça e óculos, custa 20.000 pesos chilenos, R$ 117,00 só o aluguel da roupa. A subida é íngreme e cheia de curvas. Aqui estava no meio do caminho, paramos para fotos, claro!

Antes de chegar lá em cima, onde fica os hotéis carérrimos e maravilhosos, tem um lugar que tinha muita neve e estava vazio, ficamos brincando ali por um tempo…

Aqui é o lugar onde tem as estações de esqui, é maravilhoso ver as pessoas descendo, eu fiquei com muita vontade mas pra quem não sabe, o ideal é ficar hospedado e fazer aulas por alguns dias, fora isso é perder tempo e dinheiro tentando, é bem cansativo, vc cai toda hora e não aproveita muito. Ficamos só conhecendo o lugar mesmo e já foi um privilégio ter a vista que tivemos.. Ficamos boas horas admirando tudo…

 

Quando a gente desceu do Vale, fomos dar uma voltinha no centro de Santiago, andamos pela Plaza de Las Armas, que é considerado o centro histórico da cidade de Santiago do Chile, o quarteirão é formado pela Rua Catedral e Compañia de Jesus, próximo ao Paseo Ahumada e Puente..

.. e depois subimos o Cerro Santa Lucia, um lugar bem alto onde se vê a cidade quase toda, é lindo, vale a pena subir, faz-se isso a pé e não paga pra entrar, é um lugar super interessante, vejam:

O primeiro dia foi assim, estava muito frio, eu estava adorando tudo..

Fiquem ligados que os próximos posts vem por aí…

Beijos e até o próximo,

IMG_5900